Unique places, Unique experiences...
  • Tradicampo Eco Country Houses, tem por objecto social a prestação de serviços temporários de hospedagem, de animação turística e de turismo rural. Explora a vertente de Turismo em Espaço Rural dispondo para tal de Casas de Campo, localizadas no concelho de Nordeste...

    +

    Tradicampo Eco Country Houses, tem por objecto social a prestação de serviços temporários de hospedagem, de animação turística e de turismo rural. Explora a vertente de Turismo em Espaço Rural dispondo para tal de Casas de Campo, localizadas no concelho de Nordeste.


    No desenvolvimento do Projecto Tradicampo e nas suas diferentes fases, projectos de construção civil, obras de reconstrução/adaptação dos edifícios e aquisição dos equipamentos indispensáveis ao desenvolvimento da actividade, foram tidos em conta, não só os requisitos e normas legais inerentes à actividade turística, como a mitigação dos impactes ambientais associados à sua exploração.


    Contudo, pretendendo desempenhar continuamente, no âmbito de um turismo sustentável, um papel activo na preservação e utilização racional dos recursos naturais, a Tradicampo assume os seguintes compromissos:


    • Avaliar e controlar os impactes resultantes da sua actividade visando melhorar continuamente o seu desempenho ambiental;
    • Cooperar activamente com as várias entidades intervenientes no território onde desenvolve a sua actividade, nomeadamente, poder local, organismos oficiais e organizações ambientalistas, em projectos de desenvolvimento sustentável;
    • Sensibilizar os seus colaboradores para as questões ambientais e assegurar que os seus prestadores de serviços têm as certificações necessárias e que cumprem requisitos de segurança e boas práticas inerentes a um turismo sustentavel;
    • Proceder à divulgação da sua política ambiental juntos dos seus clientes convidando-os a serem agentes activos da mesma e sensibilizando-os para as actividades de ar livre existentes na zona;
    • Divulgar externamente, através dos canais ao dispô, o seu compromisso ambiental e todos os reconhecimentos que este possa originar
    -

  • Para além da aplicação da legislação em vigor, a Tradicampo definiu, desde o início do projeto, uma linha de rumo para a sua política ambiental que se materializou nos seguintes aspetos...


    +

    Para além da aplicação da legislação em vigor, a Tradicampo definiu, desde o início do projeto, uma linha de rumo para a sua política ambiental que se materializou nos seguintes aspetos:



    • Introduzindo isolamento térmico nas Casas (tetos, paredes, pavimentos e janelas dupla vidro) – Certificados de Eficiência Energética emitidos por entidades externas cada 5 anos conforme a legislação portuguesa. (Casa da fonte = A, Casas do Pátio = B, Casa da Talha = A)
    • Instalando painéis solares para o aquecimento de águas sanitárias;
    • Adquirindo eletrodomésticos da classe A ou A+ e máquina de relva movida a gasolina sem chumbo;
    • Suportando toda a iluminação em lâmpadas de baixo consumo. (91% são LED – classe A+ / e as outras são de baixo consumo);
    • Regulando as descargas dos autoclismos para um máximo de 6 litros e instalando torneiras de fluxo reduzido (max. 9 l/min para os chuveiros e max. 8l/min para as torneiras);
    • Recorrendo ao sistema público de saneamento básico para encaminhamento das águas residuais, sempre que existente (Casa da Talha);
    • Instalando salamandras para aquecimento interior;
    • Não adquirindo equipamentos com CFCs;
    • Introduzindo acessibilidades e instalando equipamentos que respeitassem o conceito de design para todos;
    • Introduzindo recipientes para a recolha seletiva de resíduos;
    • Disponibilizando bicicletas para uso gratuito.
    • Não instalando Ar Condicionado devido às boas caraterísticas térmicas das Casas e ao sistema natural de ventilação.
    • Instalando tanques de recolhe de água das chuvas para a rega dos jardins.

    • Registando regularmente os consumos de água e eletricidade;
    • Desligando, sempre que justificável, os frigoríficos;
    • Desligando todos os equipamentos elétricos no botão ON/OFF;
    • Filtrando a água da piscina das Casas do Pátio durante a noite (altura em que a energia fornecida é proveniente na sua quase totalidade de centrais geotérmicas);
    • Procedendo ao aquecimento complementar das águas quentes sanitárias em período noturno e com controlo horário;
    • Proibindo fumar nos interiores dos empreendimentos;
    • Não utilizando pesticidas e fertilizantes nos jardins;
    • Promovendo a compostagem dos resíduos verdes da atividade de jardinagem;
    • Proporcionando informação detalhada aos clientes sobre atividades ao ar livre e horários dos transportes públicos;
    • Disponibilizando informação sobre o funcionamento dos equipamentos, de forma a rentabilizar a sua utilização;
    • Procedendo à mudança de atoalhados cada 4 dias e de lençóis uma vez por semana, a menos que periodicidade diferente seja solicitada pelo cliente; a política de mudança de atoalhados e lençóis está comunicada aos clientes e os responsáveis da limpeza recebem claras instruções.
    • Utilizando, de forma correta, produtos de limpeza e desinfeção tendencialmente que contenham agentes químicos biodegradáveis;
    • Procedendo a verificações regulares do bom funcionamento dos equipamentos de acordo com o Plano de manutenção estabelecido;
    • disponibilizando produtos de alimentação e bebidas de produtores locais.
    -
  • No caso da Tradicampo EcoCountry Houses são três os aspetos ambientais considerados relevantes: energia, água e resíduos...


    +

    No caso da Tradicampo EcoCountry Houses são três os aspetos ambientais considerados relevantes: energia, água e resíduos.


    O consumo de energia elétrica foi, à partida, otimizado pela instalação de painéis solares para aquecimento de águas quentes sanitárias, pela utilização de lâmpadas de baixo consumo, pela aquisição de equipamentos de classes A ou A+ e pela instalação de salamandras a lenha. Por ocasião do check-in é explicado aos Hóspedes o seu funcionamento e incentivado o seu uso em lugar do aquecedor elétrico.


    É efetuado o registo e o controlo mensal dos consumos, tendo se vindo a atuar, de forma contínua, essencialmente nos horários de funcionamento do aquecimento complementar das águas quentes sanitárias e da bomba da piscina. O seu funcionamento ocorre em período noturno, em que a energia fornecida pela rede provém, na quase totalidade, de centrais geotérmicas.


    Para reduzir as horas de funcionamento da bomba de circulação de água da piscina e o consumo de produtos químicos para a manutenção da água é utilizada (de dezembro a março) a técnica de invernação da água.


    Adicionalmente, os Hóspedes são convidados a colaborar, através de várias sugestões deixadas no Manual de cada Casa.


    Em resultado destas ações registou-se um decréscimo (globalmente para as 3 casas) do consumo médio de energia por hóspede e por noite:



    A água consumida é utilizada quase exclusivamente nas IS, na cozinha e nas limpezas da Casa, já que, devido à existência de bons níveis de pluviosidade, na zona de Nordeste, as regas dos jardins são praticamente inexistentes. Constitui exceção a reposição do nível de água da piscina (Casas do Pátio) que é efetuado com recurso à água da rede pública.


    É efetuado o registo e o controlo mensal dos consumos de água, verificando-se uma tendência clara para a estabilização do seu consumo, por hóspede e por noite.


    Todas as torneiras das IS estão equipadas com redutores de caudal (max. 9 l/min para os chuveiros e max. 8l/min para as torneiras) e o volume máximo utilizado por descarga nos autoclismos está regulado para 6 litro.


    De acordo com o Plano de Preparação das Instalações são efetuadas inspeções periódicas a todas as torneiras e autoclismos por forma a prevenir qualquer fuga ou derrame.


    São efetuados o registo e o controlo mensal dos consumos de água, verificando-se uma tendência clara para a estabilização do seu consumo, por hóspede e por noite:



    A recolha dos resíduos é feita de forma seletiva e abrange os plásticos, vidro, o papel, os resíduos orgânicos e os resíduos indiferenciados. Os resíduos orgânicos são depositados em compositores que foram instalados no exterior de cada uma das casas. Os restantes resíduos são encaminhados para ecopontos. Outros resíduos, como por exemplo pilhas e lâmpadas, são deixados no ecoponto mais próximo.


    A Tradicampo disponibiliza aos seus Hóspedes produtos de higiene diária nas IS embalados em doses individuais. À exceção das embalagens plásticas (shampoo e gel de banho), as restantes são em material reciclado e os shampoo, gel e sabonetes são biodegradáveis. Dadas as suas dimensões (30 ml para os líquidos e 20 gr para os sabonetes), os produtos disponibilizados são suficientes para várias utilizações e o seu consumo tem-se revelado muito reduzido, pelo que a sua quantificação não se afigura relevante.

    -
    • Reforçar a oferta de atividades de natureza do seu portfolio de oferta de serviços estabelecendo novas parcerias com empresas de animação turística;
    • Reforçar a sua ligação a entidades relevantes atuando nas Terras do Priolo;
    ...
    +
    • Reforçar a oferta de atividades de natureza do seu portfolio de oferta de serviços estabelecendo novas parcerias com empresas de animação turística;
    • Reforçar a sua ligação a entidades relevantes atuando nas Terras do Priolo;
    • Dar continuidade às ações de divulgação da Tradicampo, da Green Key e da política ambiental seguida, junto de escolas;
    • Iniciar a instalação experimental numa das Casas de um sistema fotovoltaico para produção e autoconsumo de energia elétrica;
    • Instalar dispensadores (gel de banho e champô) em todas as casas;
    • Não ultrapassar o objetivo de consumo de água, por hóspede e por noite, de 0,12 m3;
    • Não ultrapassar o objetivo de consumo de energia elétrica, por hóspede e por noite, de 5,3 Kw.h.
    -

GREEN KEY (http://www.green-key.org) é um galardão ambiental, independente, não-governamental e sem fins lucrativos que integra organizações de Turismo que valorizam a Gestão Ambiental nos seus empreendimentos e promovem a Educação Ambiental para a Sustentabilidade. Nasceu em 1994 na Dinamarca e está presente hoje em 52 países, de todos os continentes, distinguindo cerca de 2400 unidades e sendo considerado o mais importante galardão ambiental na área das estruturas hoteleiras.


O sistema Five-Leaf (http://www.fiveleafsystem.com) é um sistema que avalia o desempenho ecológico do setor turístico e classifica os seus membros em cinco níveis (folhas).

Este sistema permite aos clientes avaliar a qualidade ambiental do alojamento no qual desejam hospedar-se e incentivar a gestão para um desempenho mais sustentável.

Assim, avalia todos os tipos de alojamento turísticos, operadores turísticos, agências de viagens, guias turísticos e consultores, fornecedores de materiais, equipamentos e serviços.

O sistema Five-Leaf tem, atualmente, mais de 1000 membros espalhados em mais de 80 países.

O sistema Five-Leaf atribuiu à Tradicampo Eco-Country Houses o nível máximo (5 folhas).


O programa EcoLíderes do TripAdvisor divulga as pousadas e os hotéis ecologicamente corretos, dos mais econômicos ao mais luxuosos. Esses estabelecimentos adotam práticas sustentáveis, como a reciclagem, comida orgânica e postos de recarga para carros elétricos.